segunda-feira, 3 de fevereiro de 2020

COISAS DE QUE GOSTO... VERDADEIRAMENTE

Olá a todas as internautas!

Para relembrar obras começadas há algum tempo, partilho convosco esta manta que comecei há algum tempo.
De vez em quando, pego nela, faço algumas voltas e volta a ir para o cesto. Foi inspirada numa manta feita pela Lucy do blogue Attic24.


De seguida, partilho também convosco uma cortina com uma renda muito bonita, de cor bege.
Às vezes nós, de tão habituadas que estamos às coisas da nossa casa, não as valorizamos e passamos por elas sem lhes deitarmos os olhos de ver, verdadeiramente e de apreciar as obras que são produto das nossas mãos.

Vou continuar a partilhar algumas coisas que fiz e vou fazeeennndo....

Uma boa semana!

sábado, 4 de janeiro de 2020

DE NOVO!

Olá!

Um bom ano de 2020!

Vamos retomar o nosso convívio, passados alguns anos.
Darei notícias  de trabalhos que, entretanto, acabei.

Um bom sábado

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

MAIS RECORDAÇÕES



Viva!

Um dia destes  ao vasculhar gavetas encontrei esta pega que é uma gracinha. Se procurarem na Internet, encontram uma grande variedade deste modelo de pega.
É muito decorativa, aliás é apenas decorativa!
Não temos hipótese de a usar para pegar nas asas de um tacho!
Eu fiz uma quantidade de pegas deste género, quando tinha 18, 20 anos porque estavam muito em voga. Agora voltaram a estar na moda e, se virem por esses blogues que  povoam a blogosfera, há  verdadeiras coleções, mais até nas salas do que nas cozinhas.

Aproxima-se o fim de semana e espero que o vivam da melhor maneira! Junto da família, a descansar, à beira- mar, em passeio, onde mais vos aprouver...
Quanto a mim, vou dar um empurrão à barra da manta patchwork e avançar na almofada creme. Aproxima-se um novo ano de trabalho e é preciso também debruçar-me sobre essa vertente da minha vida.
Quanto aos trabalhos agrícolas, estamos apenas na fase de rega e colheita.

 
Como é habitual, conhecem a minha sensibilidade pelas flores e com as flores! Um simples vaso de cravos almirantes (é assim que lhes chamamos, embora o nome pelo qual são conhecidos no mundo dos entendidos em plantas  seja "tagetes") enche o ambiente de cor e beleza.
 
Bom fim de semana!

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

OS BICOS DO PANO DE LOIÇA

  Olá, amigas!

 
Depois de algum tempo de silêncio no blogue, aqui estou eu a mostrar-vos este pano de loiça que foi incrementado com estes bicos  tão suaves e tão fininhos. Foram feiros com linha 20 e a cor creme é linda.

 
  Tirei uma foto  dos bicos para que possam ver mais ao pormenor. Enquanto isso, a almofada está a andar e estou a terminar, aliás estou na barra, a manta patchwork de que já foi falei há algumas luas, longas, por sinal! De vez em quando faço uma limpeza nos trabalhos pendentes...


 
Depois, a minha outra paixão... as flores...
Os seduns e os cravos... ontem estavam assim, à luz do entardecer. Para dar poesia à vida!

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

INSPIRAÇÃO

 
Saudações, queridas leitoras!
 
Estou contente! Comecei uma obra nova!
 
Pois é a concretização do "sonhozinho" de algum tempo atrás!
 
Já consegui inspiração e motivação para iniciar algo de novo sem ser com lã, visto que com o calor é mais difícil trabalhar este tipo de material.
Vou fazer uma almofada inspirada numa que vi no blogue norueguês Mias Landliv.
Escolhi um tom neutro, o bege, ou creme, como a sensibilidade visual de cada uma de nós entender.
A linha é da Ancora, de nº 6, que deve ser trabalhada com agulha 1,5, mas eu estou a fazer com a agulha 2, para ficar a malha mais aberta e menos pesada.
 
Fica completa, penso eu, com 21 rosetas.
 

 Faz-se assim:

1ª volta- 6 malhas de cordão;
2ª volta- 12 paus separados por 1 malha de cordão;
3ª volta- 12 conjuntos de 2 paus separados por 1 malha de cordão;
4ª volta- 3 paus, 1 malha de cordão, 3 paus, 1 malha de cordão, 3 paus, 2 malhas de cordão (de forma a fazer os cantos do futuro quadrado);
5ª volta- igual à anterior, exceto nos cantos, onde se fazem 6 paus separados por duas malhas de cordão. Vai-se "pegando" à medida que se vai fazendo, com uma malha morta.

 
 Bom resto de semana!

terça-feira, 12 de agosto de 2014

RECORDAÇÕES

OLÁ A TODAS!

Remexendo nas gavetas, encontrei esta pega semelhante a uma vermelha que fiz na altura - na década de 80... Tempos longínquos... Aliás já vos mostrei essa pega. Na é poca as linhas matizadas eram uma curiosidade. Havia o verde matizado, o vermelho, o azul  e... pouco mais. Agora há uma grande variedade de cores.
Como já vos disse não tenho nada para fazer, não tenho projetos de agulha. Tenho ideias, mas não tenho  inspiração e de motivação. Tenho um sonhozinho, que é fazer uma almofada em branco ou champanhe como uma que vi no Blogue Mias Landliv, uma norueguesa cheia de ideias giras.

Boa semana!

quinta-feira, 7 de agosto de 2014

AGOSTO, MÊS DE CALMA

 
Caras Companheiras!
 
Depois de uma pausa, que as caríssimas amigas já sabem o motivo - a tal falta de inspiração de que falei há algum tempo - aqui estou com o sentimento parcial de dever cumprido. Peguei no projeto da  bolsa de agulhas já aqui referida e acabei-a. Mostro-vos o... tecido com que a forrei. Tem umas florinhas azuis  e amarelas  e ... ficou girinha. Guardei lá as agulhas e a missão está concluída.
 

 Além disso, já conhecem as minhas tarefas alternativas agrícolas.O resultado aí está... Feijão encarnado, feijoca espanhola, feijão manteiga, feijoca cigana, feijão-frade, grão... um sem número de variedades...
Tem sido um trabalho agradável tomar conta de tudo isto e ver que vale a pena.
Depois o tomate... os pimentos...
Tudo o que a natureza nos dá  e, acreditem, é terapêutico "cuidar" destes seres. Mondar-lhes as ervas daninhas, regar e, finalmente, acolheitar.
 
    
Depois olhando à minha volta e com um sentido mais estético que utilitário, reparei nesta sardinheira de um vermelho tão de vida e de alegria. Mais ao lado a orquídea caprichosa lembrou-se de florir neste mês de agosto, negando a ordem natural da sua espécie.

Até mais ver!


sexta-feira, 18 de julho de 2014

FOLCLORE EM GLÓRIA DO RIBATEJO


Olá a todas!

Como já depreenderam,  os trabalhos de agulha estão parados, por falta de ....tudo... Inspiração. Tempo. Motivação. Disponibilidade.

Então vou mostrar-vos algumas fotos do desfile de Ranchos Folclóricos que atuaram, num  fim de semana de julho, na Glória do Ribatejo.

 


 Desfilou a Beira, com um rancho de Cantanhede. O Algarve esteve representado
com o rancho de Alte. O Alentejo com um rancho de perto de Portalegre. E Guimarães a representar o Minho e o Douro Litoral.

 
  A minha predileção vai para o traje da noiva do Minho. O contraste do veludo negro com as arrecadas de ouro é digno da minha admiração dentro do panorama do nosso folclore.
Foi um sábado diferente...


Um bom fim de semana.

domingo, 13 de julho de 2014

REMINISCÊNCIAS DE FRANÇA

 
Olá Amigas!
Hoje partilho convosco uma das  minhas flores favoritas a alteia ou rosa tremideira (julgo que o nome não é este! Mas como aos filhos, nós pomos os nomes que quisermos e de que gostamos e este nome é lindo: rosa termideira)
Trouxe estas sementes de França, onde abundam porque o clima é mais propício. Aqui ganha moléstias com mais facilidade por causa do clima seco. Basta apanhar os "queijinhos" e propaga-se com muita facilidade. Tenho estas três cores, mas já tive branco também.




 
Com flores, a terra é mais bela!

terça-feira, 1 de julho de 2014

O PRIMEIRO DIA DE JULHO


OLÁ!

Hoje é o primeiro dia do mês de julho.
E eu queria manter alguma regularidade no contacto convosco.
Porque é uma forma de comunicarmos e de manter interesses e partilhar. Partilhar ideias, partilhar estados de espírito, pensar nos outros.
Enquanto escrevo, penso nas minhas leitoras.
Como serão?
O  programa de tradução, para alguma leitora estrangeira, manterá fiel o meu texto?
Como estará o tempo nesta ou naquela região do nosso planeta?

Hoje decidi partilhar convosco a bolsa do telemóvel, que a minha priminha que teve um problema mau no peito, me fez. É com grande carinho que a uso. E foi para ela que eu fiz uma almofada no Natal.

 
Mantenho ainda o contacto regular com a minha manta patchwork de que vos tenho falado anteriormente. De vez em quando, faço uma ou outra roseta. Agora ando nos tons rosas...
 Para lá dos interesses de agulha, partilho também as culturas, que acabam por fazer parte daqueles seres que precisam da nossa ajuda e dos nossos cuidados para se manterem vivos e a cumprir o seu papel que é o de nos darem alimento...
 


Não esqueci as aves do céu... Vejam o trabalho que vão fazendo... É também uma questão de partilha!
 
 BOM RESTO DE SEMANA!